Pages Menu
Categories Menu
Rebrinc comemora 5 anos em evento pela Mata do Planalto

Rebrinc comemora 5 anos em evento pela Mata do Planalto

O tema da festa é infância e natureza. A aniversariante é a Rede Brasileira Infância e Consumo, Rebrinc. O local da comemoração é o evento Crianças e Artistas pela Mata do Planalto, no dia 9 de junho de 2018, na capital mineira. Os convidados são as crianças, os artistas e toda a população de BH.

Unir a comemoração da Rebrinc com um evento que reivindica a preservação de uma importante área verde de Belo Horizonte foi a forma encontrada para falar sobre a relação das crianças com a natureza, explica Desirée Ruas, integrante da Rebrinc e idealizadora do movimento BH pela Infância. “Sabemos o quanto o combate ao consumismo infantil passa pela manutenção e ampliação das áreas verdes e de lazer de uma cidade. Integrar a infância nesta luta é uma forma de alfabetizarmos ecologicamente nossas crianças”, explica Desirée Ruas, que também é educadora ambiental.

Shows e atividades lúdicas irão acontecer na ocasião reunindo artistas, educadores, brincantes e ativistas ambientais e pela infância. Os integrantes da Rebrinc Paulo Fernandes, contador de histórias – com o Piquenique Literário; Rodrigo Libanio Christo, brincante do Projeto Voluntários Brincantes – com o show Brinquedos Cantarolantes, e a dupla Paulo e Guegué, do Quintal da Guegué – com o espetáculo “Histórias para cantar e brincar”, nome de seu mais recente CD – irão animar as crianças durante o evento com muita música, histórias e imaginação. Para o educador e contador de histórias Paulo Fernandes, o evento é um momento de integração de toda a cidade em defesa do verde e da infância. Guegué, Paulo e Rodrigo Libanio também participam do evento porque acreditam na importância da mobilização para a defesa do verde da cidade. Com longa trajetória trabalhando com crianças, as três atrações do evento participam voluntariamente da mobilização.

O evento acontece no Parque do Planalto, espaço vizinho à Mata do Planalto

Outras atividades que irão acontecer são a apresentação da Capoeira Angola Camujerê, com mestre Renê, uma exposição sobre a cultura dos indígenas de Belo Horizonte e região metropolitana, rodas de conversa sobre natureza e exposição de trabalhos dos alunos das escolas da região. As escolas municipais Lídia Angélica, Minervina Augusta e Umei Jardim Guanabara e as escolas estaduais Tristão da Cunha e Maria Luíza Miranda Bastos participam de debates sobre a Mata do Planalto.

O evento Crianças e Artistas pela Mata do Planalto que acontece no dia 9 de junho, das 8h às 14h, é uma realização da Associação Comunitária do Planalto e Adjacências, do movimento Salve a Mata do Planalto e do BH pela Infância. O objetivo é reivindicar o direito da infância à natureza. A Mata do Planalto corre o risco de ser destruída para dar lugar a um condomínio residencial.

Magali Trindade, presidente da Associação de Moradores do bairro Planalto e Adjacências e uma das criadoras do Salve a Mata do Planalto, lembra que é inaceitável a construção de duas torres com 750 apartamentos em um local com uma importância ambiental tão significativa. “O engajamento da sociedade, dos movimentos socioambientais, das escolas, dos moradores da região é para que a Mata do Planalto seja 100% preservada”, lembra Magali. O movimento defende que a Prefeitura faça a aquisição do terreno por meio do pagamento de medidas compensatórias de outros empreendimentos, o que viabilizaria a proteção integral da área.

Uma grande rede voluntária surgiu para concretizar o evento em defesa da Mata. A identidade visual do evento foi idealizada pelo artista plástico Wederson Moraes, que desenvolve trabalhos artísticos em espaços urbanos com a ajuda de crianças. Já o cantor e compositor Sérgio Moreira criou uma música em homenagem à Mata do Planalto. No dia 9 de junho, crianças e artistas irão cantar o hino em defesa da natureza.

Conheça a “Carta das crianças em defesa do verde de BH” aqui.

O artista plástico Wederson Moraes criou a imagem para o evento

Programação completa do evento Crianças e artistas pela Mata do Planalto, dia 9 de junho, no Parque do Planalto:

8h – Lian Gong

9h – Abertura oficial do evento e benção

9h10 – Piquenique Literário com o contador de histórias Paulo Fernandes

9h50 – Brinquedos cantarolantes com o brincante Rodrigo Libanio Christo

10h – Capoeira com mestre Renê – Grupo de Capoeira Angola Camujerê

10h30 – Homenagem aos protetores da Mata do Planalto (Personalidades, lideranças e imprensa)

10h55 – Bloco Almas Empenadas

11h15 – Show do Quintal da Guegué (Histórias para cantar e brincar)

12h – Apresentação do hino/canção da Mata do Planalto (Sérgio Moreira, Ana Cristina, Carina Trindade, Paulo Mourão e Júlio César)

12h10 – Confraria dos Poetas

12h20 – Fala de lideranças e apoiadores do movimento Salve a Mata do Planalto

SHOWS
13h – Mc e Poeta Gabriel Rodrigues

13h10 – Carina Trindade

13h20 – Vicente Vieira

13h30 – Banda Auto Regimento

EXPOSIÇÕES e ATIVIDADES
– Mostra de artes visuais sobre a Mata do Planalto com trabalhos de Danielle Santiago (UEMG) e grupo Indisciplinar (UFMG) Leve sua camiseta para fazer silk

– Indígenas de BH e RMBH compartilham seus conhecimentos ancestrais, sua cultura e artesanato

– Varal de exposições das escolas da região

– Boi Rosado Ambiental – distribuição de mudas
de árvores nativas e frutíferas

– Estande da Defensoria Pública de MG

– Rodas de conversas com crianças sobre a Mata do Planalto e o verde em BH

– Quilombolas: tradições e cultura

– Celebração dos 5 anos da Rede Brasileira Infância e Consumo – Rebrinc

 

Rebrinc pelo Brasil

Para que a festa também aconteça em outras cidades, a Rebrinc convida seus integrantes a promoverem palestras, debates, feiras de troca, sessões de cinema e contação de histórias pelo Brasil. Os eventos devem ser gratuitos e organizados de forma voluntária e colaborativa por pais, mães, educadores, profissionais de diversas áreas e ativistas pela infância. Todos os participantes estão engajados na luta contra o consumismo infantil e pela proteção integral dos direitos das crianças e dos adolescentes.

Como a Rebrinc é uma rede horizontal e colaborativa, os eventos surgem da iniciativa de seus integrantes. Cada um faz aquilo que está ao seu alcance e não importa se é uma atividade para dez, cem ou mil. O que vale é mobilizar pessoas para a reflexão sobre a infância e o consumo. Alimentação saudável, leitura crítica da mídia, brincar livre, adultização da infância, educação para o consumo, educação ambiental e educação financeira são alguns dos temas que podem servir de base para as mobilizações nos diversos estados do país, como divulga a Rede todos os anos.

Para quem tem dúvidas sobre o que pode ser feito, algumas sugestões da Rebrinc são: um bate-papo sobre consumismo infantil na escola onde você trabalha, uma exibição de vídeos em sua comunidade, uma feira de troca de brinquedos e livros na pracinha perto da sua casa, uma palestra em algum espaço da sua cidade, uma atividade com educadores e funcionários da escola, uma ação para ajudar a divulgar os debates da Rebrinc junto ao público de sua organização, dentre outras.

Os interessados também podem sugerir uma outra forma de ajudar na comemoração. Basta entrar em contato com a Rebrinc e dizer o que consegue fazer e por que acha que é importante realizar tal ação. O contato pode ser feito pela página ou pelo grupo de discussão do Facebook ou ainda pelo email contato@rebrinc.com.br.

Como fazer?

  1. Escolha o tipo de evento que pretende fazer, o público e o local.
  2. Reúna amigos interessados na temática para ajudar na organização do evento.
  3. Divulgue.
  4. Promova um dia de reflexão, ação e diversão pela infância.
  5. Registre e compartilhe com a Rebrinc.

Algumas observações importantes sobre a realização dos eventos são:

  • As atividades devem ser gratuitas para o público e os espaços utilizados também devem ser cedidos sem custo para os organizadores.
  • Todos os organizadores e colaboradores devem participar dos eventos de forma voluntária e colaborativa.
  • Como uma Rede que trabalha pelo combate à exploração comercial da infância, os eventos devem acontecer sem publicidade ou ações de marketing de marcas e empresas.
  • Qualquer outra dúvida pode ser encaminhada para a Rebrinc (contato@rebrinc.com.br)

Comemorações do ano passado

Em 2017, foi realizada a Semana Infância e Consumo no Sesc Palladium, em Belo Horizonte, com dez atividades variadas para todas as idades, como exibição de vídeos, oficinas e apresentações lúdicas.

Em 2016, a Rebrinc realizou, pela primeira vez, o movimento “Rebrinc pelo Brasil – Eventos Colaborativos pela Infância” e as atividades aconteceram em escolas, praças, parques, universidades, projetos sociais e outros espaços de interação, com a organização voluntária de integrantes da Rede Brasileira Infância e Consumo. Minas Gerais, São Paulo, Distrito Federal e Rio Grande do Sul realizaram ações no ano passado. Saiba aqui como foram as atividades em 2016.

A Rede Brasileira Infância e Consumo, REBRINC, é uma rede horizontal e colaborativa que reúne, virtual e presencialmente, pessoas físicas, instituições e movimentos de todas as regiões do país interessados nas temáticas infância e consumo. Tem como missão “ser uma Rede capaz de despertar a sociedade, especialmente a comunidade escolar e os que produzem conteúdo nas mídias, para as consequências do consumismo na infância.”

Post a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *