Pages Menu
Categories Menu
Inscrições abertas para o debate em BH Alimentação Saudável na Escola

Inscrições abertas para o debate em BH Alimentação Saudável na Escola

Pais, mães, educadores, diretores de escolas, coordenadores, donos de cantinas, nutricionistas, ativistas da infância se reúnem em Belo Horizonte para debater os desafios da alimentação saudável no ambiente escolar. O debate acontece no dia 22 de novembro, quarta-feira, e a entrada é gratuita, com inscrições limitadas.

O encontro irá reunir profissionais com experiência na promoção da alimentação saudável em casa e na escola. As nutricionistas Cláudia Dias e Juliana Abrahão, a educadora e pesquisadora infantil Fernanda Clímaco e a neuropsicopedagoga Valéria Vilela de Mattos se unem para apresentar caminhos para que pais, mães e escolas trabalhem juntos pela saúde das crianças. No evento, Desirée Ruas, educadora para o consumo e ativista da Rede Brasileira Infância e Consumo, fala sobre o movimento pelo combate ao consumismo infantil.

Como as escolas estão planejando o próximo ano letivo em termos de alimentação escolar?
Quais projetos relacionados à educação alimentar e nutricional e educação para o consumo irão acontecer em 2018 nas escolas de Belo Horizonte e região? O que é possível fazer para estimular o consumo de alimentos nutritivos no ambiente escolar? O lanche que vem de casa ou o lanche comprado na escola: como promover a alimentação saudável entre crianças e adolescentes? São algumas das reflexões que vão permear o debate.

Legislação
Minas Gerais foi um dos primeiros estados a ter uma legislação relacionada com a cantina saudável para escolas estaduais (Lei 18.372/2009). A redação da lei contou com a participação da nutricionista Cláudia Dias. Em Minas Gerais, a Lei 18.372/2009 proíbe a venda e distribuição gratuita de alimentos muito calóricos e pobres em nutrientes como frituras, doces, salgadinhos, picolés cremosos e refrigerantes. Mas apenas as escolas públicas estaduais mineiras contam com a Resolução 1.511, da Secretaria Estadual de Educação, que regulamentou em 2010 os produtos cuja comercialização é proibida. Mas, afinal como as escolas lidam com a legislação e o que encontramos à venda nas lanchonetes hoje? O que esperar de 2018 quando o assunto é alimentação nas escolas?

A promoção da alimentação saudável na escola depende de um esforço conjunto de famílias, diretores, coordenadores e educadores, poder público e mídia. O incentivo ao consumo de alimentos ultraprocessados é imenso. Precisamos mudar o jogo agora e promover a alimentação saudável na mídia e em todos os espaços voltados para a infância.

 

Informações sobre o evento gratuito em BH:

Debate Alimentação Saudável na Escola – Da teoria para a prática”

Data: 22 de novembro de 2017 – quarta-feira

Horário: das 19h às 21h30

Local: Belo Horizonte – MG

(Espaço UFV – Rua Sergipe, 1087 – 3º andar – Savassi)

Realização: Rede Brasileira Infância e Consumo – BH

Inscrições gratuitas e limitadas aqui

Evento no Facebook (acesse aqui)

 

Post a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *